02 julho 2006

Parabéns mamã minha!



Às tuas cavalitas, ao teu colo ou simplesmente ao teu lado, quero caminhar sempre contigo!! Muitos e muitos parabéns doce mamã!




Mamã, mamã, vem acordar-me! – gritava eu de manhã e só saía da cama depois dos teus beijinhos. Deliciosos mimos!

Beijinhos para guardares na gaveta...
Eu acreditava que a quantidade enorme de beijinhos, que te deixava de manhã antes de ires trabalhar, ficavam mesmo guardados lá na gaveta do escritório... Imaginava-te a ir à gaveta durante o dia buscar os beijinhos. E a eles, aos beijinhos, imaginava-os saltitantes e inquietos por saírem cá para fora.

4 comentários:

daniel abrunheiro disse...

Que lindas duas meninas!

Mãe disse...

Ainda tenho desse tempo duas gavetas cheias minha rosa linda.

Barradas disse...

que momento...

broa disse...

mamã mia é da graça, é da graça...